• Finanças e Controle
  • Fiscalização
  • Gestão Pública
  • Segurança Pública
  • Comércio Exterior
  • Diplomacia
  • Advocacia Pública
  • Defensoria Pública
  • Regulação
  • Política Monetária
  • Planejamento
  • Orçamento Federal
  • Magistratura
  • Ministério Público
Notícias
Em entrevista à TV Gênesis presidente do Fonacate afirma que reforma da Previdência é desonesta Rudinei Marques afirmou que a proposta, se aprovada, “obrigará o cidadão trabalhar até a morte”. Com informações: Ascom/FONACATE Publicado em 15/02/2017 às 14:15 | Atualizado em 15/02/2017 às 18:49

A reforma da Previdência foi tema de debate no programa Diário Brasil, da Rede Gênesis. O apresentador Celso de Marco recebeu o presidente do Fonacate e do Unacon Sindical, Rudinei Marques; o vice-presidente do Fórum e presidente do Sinait, Carlos Silva; e o procurador federal, Mauro Luciano Hauschild, que também foi presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) entre 2011 e 2012.

 

Carlos Silva definiu a reforma como “o maior ataque aos direitos dos trabalhadores brasileiros”.

 

Já Rudinei Marques afirmou que a proposta, se aprovada, “obrigará o cidadão trabalhar até a morte”. “Essa PEC (287/2016) é desonesta porque cria um rombo para ‘vender’ aos brasileiros sua necessidade imediata. Sem o debate e sem os cálculos atuariais para demostrar que o sistema de seguridade não está quebrado”.

 

O procurador federal e advogado, Mauro Hauschild, disse que o governo, antes de tudo, deveria pensar numa reforma do sistema. “É preciso pensar no papel do Estado e sua importância no acompanhamento de políticas públicas voltadas para o SUS (Sistema Único de Saúde), para a qualidade de vida do trabalhador, investindo, por exemplo, em mais auditores fiscais do trabalho. Cobrando seus devedores. Quantas empresas recolhem do funcionário a contribuição previdenciária e não repassam ao INSS? É isso que precisa, de fato, ser reformado, melhorado”, enfatizou.

 

Durante o programa foram mostradas imagens da marcha contra a reforma da Previdência e da sessão solene em homenagem ao Dia Nacional do Aposentado, realizada nessa segunda-feira (Saiba mais aqui).

 

Ao final do programa, os convidados ressaltaram que somente com a participação de todos os cidadãos será possível evitar que a reforma seja aprovada do modo como está.

 

“Como disse o senador Paulo Paim (PT/RS), o nosso voto é a nossa força”, conclamou o apresentador Celso de Marco.

 

Assista abaixo o programa na íntegra:

 

 

Todos os direitos reservados © FONACATE 2013 layout por grupoflamba.com & desenvolvido por MGNIERS Política de Privacidade Termos de Uso